6 dicas você conseguir equilibrar a vida pessoal e profissional

Você é uma pessoa focada na carreira e que busca o crescimento e o sucesso? Nesse caso, os conteúdos que você mais lê são dicas para atingir essas metas, certo? Mas saiba que também é preciso pensar também no outro lado da sua vida: amigos, família e você mesmo. Enfim, você precisa equilibrar a vida pessoal e profissional.

O problema é que, com as intermináveis demandas do trabalho, esse equilíbrio muitas vezes parece impossível, e a vida pessoal fica totalmente de lado. Então surgem os problemas, que acabam afetando também seu desempenho profissional. Ou seja, o desequilíbrio não afeta apenas um lado, mas os dois.

Neste post, você vai descobrir 6 formas de equilibrar a vida pessoal e profissional, para garantir o melhor dos dois mundos. Confira!

1. Defina prioridades

A primeira coisa que se deve fazer para equilibrar vida pessoal e profissional é definir suas prioridades gerais. Quer ver um exemplo?

Algumas pessoas podem priorizar, em certo momento da vida, ter filhos em vez de privilegiar a carreira. Por esse motivo, vão recusar oportunidades profissionais que exijam muito tempo no seu dia a dia.

Enquanto isso, outras fazem o inverso. Portanto, adiarão a hora de ter filhos para evitar que atrapalhe possíveis promoções, impedindo que elas assumam novas responsabilidades no trabalho.

Assim, todos precisam definir suas prioridades, para saber em que direção vão andar e quais decisões tomarão, sem prejudicar o equilíbrio entre pessoal e profissional.

2. Faça um planejamento de vida

Essa dica está relacionada à anterior. Definir suas prioridades é um ótimo começo, mas ter um planejamento de vida é ainda melhor. O próprio ato de preparar o planejamento ajuda a perceber que não é preciso entrar em pânico: você terá tempo de fazer tudo e não precisa sacrificar nada.

Por exemplo, se você tem o sonho de viajar pelo mundo, mas ele não é compatível com sua carreira neste momento, você pode “agendar” essa meta para um período futuro. Pense em quando terá mais estabilidade profissional e crie esse compromisso consigo mesmo.

A ideia é essa: imaginar (ou projetar) como você acredita que sua vida pessoal e profissional vão evoluir e distribuir suas metas pessoais de acordo com isso.

3. Estabeleça seus limites

Em muitas situações, o seu superior pode fazer solicitações que prejudicam sua vida pessoal. Um exemplo clássico é quando ele pede algum trabalho para o final de semana, sendo que você já tinha programado uma viagem com seus filhos.

Vale a pena dizer sim? Em alguns momentos, vale; em outros, o que você tem a perder é maior do que o que tem a ganhar.

Portanto, é preciso estabelecer seus limites. Descubra até que ponto está disposto a ceder em nome do trabalho e seja transparente em relação a isso, tanto com as pessoas importantes da sua vida pessoal quanto com seu empregador.

4. Reserve um período do dia para si mesmo

Nós falamos sobre duas formas de equilibrar a vida pessoal e profissional em longo prazo, para aquelas grandes decisões. Porém, no dia a dia também é importante encontrar esse equilíbrio, que vai permitir manter a saúde mental e controlar o estresse

Uma boa alternativa é reservar um período — ainda que apenas alguns minutos — para si mesmo, todos os dias. Nesse tempo, sua única obrigação é desconectar-se completamente de tudo e de todos. Desligue o telefone, não abra o e-mail, nem pense em ver as redes sociais.

Use esse tempo para meditar, ler, dedicar-se a um hobby como a jardinagem ou a culinária. O importante é que ele seja seu, e não das preocupações pessoais ou profissionais.

5. Aposte na atividade física

Um dos motivos de desequilíbrio na vida pessoal e profissional é o estresse. Algumas pessoas conseguem se livrar dele com atividades relaxantes, como as que mencionamos no item anterior. Outros precisam de uma atividade mais cansativa para realmente extravasar as energias negativas. É aí que entra o esporte.

Vale a pena lembrar que você não precisa de um grupo de amigos nem de uma academia para aproveitar os benefícios da atividade física. Alternativas como correr ou pedalar são totalmente livres — basta pegar o tênis ou a bicicleta e começar. Elas não custam nada e ainda permitem que você se reconecte consigo mesmo, porque são exercícios solitários.

6. Deixe cada assunto onde ele pertence

Você é do tipo que chega em casa e passa a noite falando sobre o que aconteceu no trabalho? Ou do tipo que vai para o trabalho e passa o dia falando sobre seus assuntos de família, ligando para os parentes? Então, você está causando um desequilíbrio entre os dois lados da sua vida.

Mesmo que esteja no lugar certo, na hora certa, se você ficar falando ou pensando sobre as coisas erradas, não vai se dedicar às suas atividades como deveria. Só é possível equilibrar a vida pessoal e profissional quando cada assunto é deixado no lugar ao qual pertence, sob o risco de acabar cometendo erros por distração que prejudicam sua imagem na empresa. O caso oposto seria do indivíduo que chega ao seu lar e não consegue parar de pensar sobre o trabalho.

Você se identifica com essas situações ou outras parecidas? Então, fique atento e tenha autocontrole para nunca mais levar os assuntos de um lado da sua vida para o outro. Sim, é difícil, mas é necessário. Mantenha a postura profissional, mas se desligue completamente dele quando estiver com sua família.

Essas são nossas dicas para equilibrar a vida pessoal e profissional, mantendo a qualidade em ambas. Afinal, ninguém vive apenas de uma delas, não é mesmo?

Se este conteúdo foi útil para você, ajude seus amigos e contatos, compartilhando o post nas redes sociais!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"