7 dicas para escolher o programa de pós-graduação ideal para você

Chegou aquela fase da sua carreira em que você sente que precisa ir em busca de mais competências e conhecimentos para não ficar estagnado? O problema é que, muitas vezes, esse momento nos pega em meio a mais dúvidas que convicções. Agora, por exemplo, você sabe que precisa voltar a estudar, mas não sabe o quê? Pode contar conosco!

Já podemos adiantar que, em relação a isso, simplesmente não existe receita de bolo. Não há um curso ideal que sirva para todo mundo. Como então encontrar o programa de pós-graduação mais adequado para este momento da sua carreira? É exatamente sobre isso que vamos falar hoje! Acompanhe nossas dicas para descobrir quais são os principais pontos a serem levados em consideração no momento da escolha!

1. Avalie suas necessidades profissionais a curto, médio e longo prazos

Antes de mais nada, pergunte a si mesmo: por que você quer voltar a estudar? Seu objetivo com uma pós é adquirir mais conhecimentos e competências para se destacar na sua atividade atual ou você deseja aperfeiçoar características ainda inexploradas para, talvez, mudar de área no futuro? Sendo qualquer um desses casos, o ideal é buscar uma formação mais voltada para atividades do mercado, direcionada para a prática do dia a dia. Nesses casos, estamos falando de cursos da modalidade lato sensu, como especialização, MBA executivo e mestrado profissional.

Por outro lado, caso sua ambição seja dar aulas em cursos superiores e de pós-graduação, além de realizar trabalhos de pesquisa acadêmica, o tipo de curso que você deve seguir é o da modalidade stricto sensu. Aí entram os mestrados ou doutorados acadêmicos, com perfil menos prático e, portanto, mais teórico.

2. Busque aconselhamento com profissionais de sucesso da área

Uma boa maneira de obter alguma luz sobre o curso a fazer é conversar com pessoas que você admira. Afinal, o aconselhamento é apenas uma das muitas vantagens de se fazer networking. Questione colegas e gestores sobre os cursos que já fizeram ou estão fazendo, perguntando se, pelo que conhecem de você, acham que aquela alternativa é adequada para seu perfil. Faça o mesmo questionamento para si mesmo, tendo em mãos as informações sobre os programas que o interessem.

3. Verifique as disciplinas que constam do programa de pós-graduação

Muitas vezes, só pelos nomes, um curso de pós-graduação pode parecer muito mais interessante que outro. Mas não se deixe enganar por isso! Apenas ao ver as disciplinas e o conteúdo previsto para as aulas é que você consegue realmente se identificar (ou não) com o programa.

Muito provavelmente, nem todas as disciplinas representarão novidades ou grandes desafios. Às vezes, aliás, algumas matérias podem nem ser do seu agrado pessoal. O importante é procurar se lembrar de que, quando os conhecimentos acrescentam à sua formação e estão alinhados às suas pretensões, você está sim bem perto de se matricular em um curso ideal para você e seu momento.

4. Pesquise sobre quem são e o que fazem os professores do curso escolhido

Se fosse para aprender apenas o que está nos livros, você poderia simplesmente lê-los, certo? Pois um dos grandes diferenciais de bons cursos de pós-graduação é justamente o contato com profissionais e acadêmicos experientes em sua área de atuação. Então anote aí: o corpo docente representa uma grande parcela da qualidade da pós.

Antes de tomar sua decisão, portanto, solicite a lista prévia de quem dará as aulas do curso. Com os nomes em mãos, faça pesquisas tanto na Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) quanto no mercado, para ter uma percepção da reputação do professor. Nesse caso, você pode recorrer a publicações especializadas ou mesmo a uma busca na internet.

5. Pense no tipo de networking que você conseguirá fazer durante o curso

Não só os professores como também os colegas são fontes de grande aprendizado durante um curso de pós-graduação. Por isso, considere também os profissionais que buscam os cursos sobre os quais você vem pesquisando. Quanto mais qualificados forem seus colegas, mais qualificadas serão também as trocas dentro e fora da sala de aula.

Em vez de ser o melhor da classe, como nos tempos de escola, em uma especialização com foco no crescimento profissional, é melhor simplesmente estar entre os melhores do mercado. Esse tipo de conhecimento fomenta o networking, aumentando e qualificando a rede de contatos dos alunos. Como consequência, o leque de possibilidades de empregabilidade e avanço na carreira aumenta consideravelmente.

6. Conheça previamente a estrutura da instituição

Entre os elementos mais importantes para ajudar na escolha do melhor programa para sua realidade está, por exemplo, conferir se a instituição pretendida é certificada pelo Ministério da Educação (MEC). Sabia que o MEC é responsável por credenciar e fiscalizar esse tipo de curso em todo o país? Também vale pesquisar sobre a avaliação do curso feita pelo MEC, via Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). As notas dos cursos são divulgadas a cada 3 anos.

Além disso, considere também a estrutura física proporcionada. As salas de aula são confortáveis? Existem biblioteca e hemeroteca disponíveis? Que recursos tecnológicos são disponibilizados para as aulas? A localização e o prédio são adequados para o tipo de formação que a instituição se propõe a oferecer? Você precisa conhecer (e aprovar) todos esses elementos antes de fazer seu investimento!

7. Faça uma autoavaliação e defina com base em suas limitações

Por mais que essa seja nossa última dica, definitivamente não é a menos importante. Afinal, de nada adianta escolher o melhor programa de pós-graduação do mundo se você não tem condições de levá-lo até o fim. A forma como se encontra sua carreira, suas finanças e sua vida precisa estar de acordo com todo o investimento (de dinheiro e tempo) necessário para a realização de um curso desses.

A boa notícia é que, como há várias opções, é possível agradar a diferentes bolsos e agendas. Faça as contas: o valor do curso (com ou sem ajuda de custo da empresa) cabe no seu orçamento? Se não, avalie como isso pode ser viabilizado. Converse com sua família e seus amigos e explique que, por um tempo, você não estará mais tão disponível para encontros em todas as horas de folga. Informe seus colegas e chefes sobre os dias em que terá aula, para assegurar uma flexibilidade maior nessas ocasiões.

Para estar sempre bem informado sobre o mercado de trabalho, siga as novidades da Fundação Dom Cabral no Twitter, no Facebook, no LinkedIn e também no YouTube!

 

2 Comentários

  1. Emíliasays:

    Bom dia, qual é o valor da pós na Fundação Dom Cabral?

    • Isadora Gontijosays:

      Olá Emília,

      O valor da Especialização em Gestão em Belo Horizonte para 2017 é de R$ 30.620,00 (trinta mil seiscentos e vinte reais reais). Este valor pode ser parcelado. Estamos à disposição para atendê-la, caso necessite de outras informações.

      Isadora Gontijo – Fundação Dom Cabral

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"