A relação entre pós-graduação em gestão e a capacidade de tomada de decisões

Especialmente no universo corporativo atual, uma pós-graduação em gestão é fundamental para formar um executivo completo. Sabia que uma ação ao mesmo tempo rotineira e simplesmente crucial exercida pelos executivos tem se tornado cada vez mais complexa graças ao imenso volume de informações que cerca as empresas modernas? Estamos falando da tomada de decisão.

Mudanças de tendências no comportamento do consumidor, indicadores macroeconômicos que se sobrepõem a cada minuto, inovações da concorrência, necessidade constante de reduzir custos, dados estatísticos de mercado e muito mais: são montanhas de variáveis que se entrecruzam, exigindo dos executivos a capacidade de fazer análises rápidas para adotar estratégias exatas, no timing preciso do mercado.

No fim das contas, é preciso enxergar luz onde todos os outros só veem escuridão. O detalhe é que um único erro de cálculo pode travar o fechamento de um grande negócio ou gerar prejuízos enormes à empresa. Mas será que o nível da formação acadêmica faz realmente diferença na qualidade das decisões tomadas pelos executivos? Acompanhe o post de hoje para entender por que a resposta para essa pergunta é sim! Mais que isso, prepare-se para entender por que uma pós em gestão é imprescindível para a formação de profissionais de alta performance!

O caso da Perdigão

Em meados de 1990, os executivos da Perdigão (atual BRF Brasil Foods) perceberam que a empresa estava muito concentrada na região Sul do Brasil. Enquanto isso, sua maior concorrente, a Sadia, que possuía um corpo de executivos com DNA altamente estratégico, já havia espalhado suas fábricas pelos mais variados pontos do País. Nesse cenário, como a Perdigão conseguiria encontrar os locais exatos para dar início a seu processo de expansão geográfica?

Na prática, montar um polo industrial exigia cruzar centenas de variáveis, desde informações relativas à carga tributária dos Estados, passando pelo mapeamento do perfil do consumidor nas regiões vizinhas, até o diagnóstico completo da infraestrutura logística envolvida. Tudo isso referente a cada possível localidade para, em seguida, comparar os resultados das regiões. E isso estava acontecendo em uma época em que nem sequer se falava em Big Data. Complicado, não acha?

Apesar do desafio colossal, os executivos da empresa conseguiram encontrar o lugar exato para construir seu complexo fabril. O Estado escolhido foi Goiás e o crescimento estratégico da empresa por todos os pontos do País a partir dessa decisão mostrou que a ação estava corretíssima. Consegue imaginar como essa decisão foi tomada? Simples: a partir de um modelo matemático usado no meio acadêmico. E a moral que fica dessa história é que por mais que a prática seja essencial, quando órfã da teoria, não passa de ação cega.

O valor da pós-graduação

Em uma pesquisa realizada pela consultoria de carreira Produtive, 68% dos executivos entrevistados disseram possuir ao menos uma pós-graduação. E isso não é pura coincidência. Uma especialização tem o objetivo de aprofundar os conhecimentos adquiridos na graduação por meio do trabalho constante com ambientes simulados, fazendo com que os profissionais se deparem com situações comuns no cotidiano das empresas. Esse aquecimento ajuda no amadurecimento do profissional perante os desafios do universo corporativo.

Segundo Chiavenato, em seu livro “Teoria Geral da Administração”, o valor das organizações atuais é diretamente proporcional à quantidade de informações que elas possuem e não mais a seu patrimônio físico. A questão é que dados brutos de nada valem sem o devido capital humano qualificado para transformá-los em inteligência de negócio. É esse detalhe que explica, por exemplo, as incontáveis fases dos processos seletivos para altos cargos nas organizações de ponta.

As empresas estão em busca de profissionais com experiência prática, mas também com um extenso background acadêmico. É preciso, portanto, ter a capacidade para agir, mas com competência analítica, combinação que uma pós em gestão entrega com excelência. Entende agora por que os melhores CEOs e muitos dos grandes tomadores de decisão nos níveis de direção e gerência das empresas possuem inúmeras titulações posteriores à graduação? Hoje, apenas um bacharelado não traz as competências exigidas pelo mercado.

A pós em gestão

Ainda tem dúvidas de que uma especialização em gestão pode mesmo trazer inúmeros benefícios aos profissionais? Resolva agora mesmo essas incertezas!

Aprimoramento de competências

As faculdades brasileiras são marcadas pelo viés generalista, fazendo com que os estudantes tenham noção de quase tudo, mas não consigam se aprofundar em praticamente nada. Na área de gestão de negócios, uma pós-graduação tem justamente o objetivo de afunilar e aprimorar competências, formando verdadeiros especialistas nas demandas mais exigidas pelo mercado.

Fusão entre teoria e prática

A pós-graduação ajuda o profissional a construir um plano de carreira real. Com a realização de atividades que misturam teoria e prática, o aluno se prepara para o mercado e, sobretudo, consegue ter uma noção mais clara da carreira que deseja desenvolver ao longo de sua trajetória profissional. Pense bem: não são poucos os estudantes que recebem diplomas de graduação sem ter a menor ideia de qual área seguir. Pois a pós em gestão o ajuda a se posicionar no mercado.

Construção de networking

Um dos grandes benefícios indiretos de cursar uma pós-graduação de excelência está no potencial de networking. Instituições de renome possuem um corpo docente formado por executivos do mercado, por exemplo, o que pode até encurtar seu caminho para atuar em uma grande empresa! Além disso, como geralmente os próprios colegas já estão posicionados em empresas de prestígio, as possibilidades de cultivar contatos que darão frutos no futuro são imensas.

Gestão de carreira

A maior parte das decisões equivocadas que tomamos em nossas carreiras se dá simplesmente pela falta de orientação adequada. Para suprir esse gap, as melhores escolas de negócios do Brasil e do mundo dispõem de programas de gestão de carreira e acompanhamento profissional. Aqui entra a figura do coach, profissional que trabalha com consultorias e palestras, orientando os estudantes durante o processo de consolidação na carreira.

O amadurecimento profissional

Diversas competências imprescindíveis ao cotidiano da gestão não são ensinadas nas universidades. Isso sem contar que o tempo renova as ciências e as técnicas aprendidas na graduação.

Você por acaso aprendeu Design Thinking, posicionamento digital e inovação compartilhada em sua faculdade? Muito provavelmente, não! Então como dar conta da exigência de expertise nesses assuntos sem recorrer à tutoria de uma instituição líder em educação executiva? Pois além de um trabalho especial para lapidar competências, escolas de excelência possuem disciplinas como essas em seus programas de especialização em gestão.

Definitivamente, as decisões que vão mudar o rumo de seus negócios no futuro dependem de uma decisão fundamental no presente: fazer uma pós em gestão! Quer saber mais sobre o assunto? Clique aqui e descubra.

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"