Afinal, o que é a análise SWOT e quais são os benefícios que oferece?

Existem diversas ferramentas para a gestão e planejamento estratégico de negócios, mas uma das mais eficazes é a análise SWOT.

A ideia é mapear aspectos internos e externos de uma empresa, de modo a entender melhor como ela se posiciona no mercado com as suas Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças — que em inglês seriam Strengths, Weaknesses, Opportunities e Threats, compondo a sigla SWOT.

Neste post, vamos aprender a avaliar todos esses componentes e implementar a análise SWOT, além de conhecermos os benefícios desse procedimento para as organizações. Confira!

Entenda a matriz SWOT

O método mais convencional de reunir as informações de uma análise SWOT é uma grade ou tabela, em que cada quadrante representa uma das quatro dimensões da companhia — Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças. A também chamada matriz SWOT, ou FOFA na sigla em português, consiste em duas linhas e duas colunas.

A primeira linha vai ter as características internas (Forças e Fraquezas) e a segunda terá elementos externos (Oportunidades e Ameaças). Com isso, temos a primeira coluna com segmentos positivos e úteis (Forças e Oportunidades) e a segunda com atributos negativos e perigosos (Fraquezas e Ameaças).

Dessa forma, é possível elaborar o panorama de uma empresa que já está em funcionamento ou verificar se uma nova ideia de negócio tem condições de sobreviver no mercado. Isso permite estudar os pontos em que melhorias podem ser feitas e aqueles em que se deve tomar alguma providência para evitar prejuízos à viabilidade das operações.

Mas qual é a melhor maneira de examinar essas quatro perspectivas? É o que veremos a seguir.

Avalie as forças

Começando pela análise interna, avalie as forças da empresa, ou seja, quais são as maiores vantagens que a diferenciam em comparação com a concorrência. Algumas das perguntas que podem ajudá-lo a descrever esses valores são:

  • Em quais competências você e os seus colaboradores têm mais experiência?

  • O que as pessoas mais próximas admiram no seu trabalho ou no trabalho dos seus colaboradores?

  • A empresa conta com os recursos necessários para desenvolver a operação, como infraestrutura pronta ou arquitetura preparada para um sistema de TI?

  • Já existe uma base de clientes, um bom relacionamento com clientes em potencial ou uma lista de pessoas que se inscreveram para o lançamento do seu produto ou serviço?

Compreenda as fraquezas

Você já deve ter percebido que a análise SWOT envolve um trabalho intenso de autocrítica e muita observação. De fato, são habilidades essenciais para todo esse processo, e com a parte das fraquezas não poderia ser diferente. Elas são o oposto das forças e representam barreiras internas para a evolução do negócio.

Aqui, é importante pensar em atividades essenciais que deveriam ser executadas, mas que permanecem pendentes, ou obrigações feitas sem o devido cuidado. Deixe o ego de lado e enumere os fatores que de fato interferem no progresso e na escalabilidade da organização, por mais difícil que seja admitir certos defeitos. Sendo assim, você pode se fazer algumas perguntas para auxiliar nessa tarefa, como:

  • O que faria um cliente escolher a concorrência em vez da sua empresa?

  • Quais habilidades fundamentais para um negócio os sócios precisam melhorar (administração, vendas, marketing etc.)?

  • O quão dependentes os seus produtos ou serviços são de recursos de terceiros?

  • O modelo de negócio conta com uma fonte de receita recorrente ou ela terá muitas variações ao longo do tempo?

  • As margens de lucro são muito baixas?

Descubra as oportunidades

Agora, entramos nas características do ambiente que podem influenciar no seu negócio. Em geral, elas estão relacionadas a aspectos como incentivos governamentais, revoluções tecnológicas ou a saída de competidores do mercado.

Vale destacar que as oportunidades têm muito a ver com o momento pelo qual a empresa passa ou com o tempo mais apropriado — ou timing — para o empreendedor tirar uma nova ideia do papel. São fatores que fogem do controle, mas dos quais é possível obter benefícios se você souber como aproveitar.

Para descobrir as oportunidades, procure responder a estas perguntas:

  • Existe um mercado pouco explorado em que a sua empresa pode atuar?

  • Existe uma nova tendência no mercado da qual você pode tirar proveito?

  • Você enxerga uma janela de oportunidade ou um longo período para se beneficiar de alguma mudança no mercado?

Identifique as ameaças

Finalizando a matriz SWOT, tenha atenção à entrada de concorrentes no mercado, decretos do governo que possam prejudicar o negócio, crises econômicas, entre outros. Lembrando que, em certas ocasiões, as crises podem representar oportunidades conforme surgem novas necessidades, devido a alterações nos hábitos da população.

Logo, para identificar as ameaças, procure responder:

  • As fraquezas que listamos anteriormente podem expor a empresa a que tipo de ameaças?

  • Quais forças você enxerga nos seus concorrentes que podem representar uma ameaça ao seu negócio?

  • Você prevê algum tipo de regulamentação do governo que possa prejudicar o seu negócio?

Aprofunde os seus conhecimentos

Agora que você tem uma visão geral do negócio, é hora de tomar decisões para otimizar as forças, buscar oportunidades e minimizar as fraquezas e ameaças. Para isso, é preciso considerar que a análise SWOT é apenas uma das ferramentas de um planejamento empresarial mais abrangente e que só trará resultados com outras ações estratégicas.

Por esse motivo, é fundamental contar com uma qualificação em Gestão de Negócios. Uma formação na área certamente vai ajudá-lo a encontrar oportunidades promissoras e fazer escolhas mais acertadas para a saúde e sucesso da companhia.

Portanto, use a análise SWOT para compreender a situação da empresa e do ambiente em que ela está inserida, de uma maneira simples e rápida. Porém, tenha atenção ao fato que essa metodologia pode apresentar uma visão de alto nível, o que requer exames mais detalhados para tomar as medidas necessárias para o desenvolvimento do empreendimento.

Gostou do artigo? Quer mais informações sobre como construir uma carreira sólida no mundo corporativo? Então, continue suas leituras sobre o assunto e confira todos os benefícios que uma especialização nesse ramo pode trazer para você e para a sua organização. Conheça 7 mitos e verdades sobre o curso de gestão de negócios!

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"