Como a especialização em gestão de projetos transforma carreiras?

Você quer crescer profissionalmente, mas não sabe nem por onde começar? Pois então precisa entender desde já que uma das áreas mais promissoras no mercado corporativo é a de gestão de projetos. Sabia que esse tipo de profissional está sendo cada vez mais procurado para assumir funções de liderança ou diretoria em empresas de diversos setores e portes?

Mas o que, afinal, faz um gestor de projetos? Quais são as características esperadas desse profissional e quais funções ele assume em uma organização? Vamos responder todos esses questionamentos agora mesmo. Então confira!

Quem é o gestor de projetos?

Vamos direto ao assunto: o gestor de projetos é o principal responsável por fazer com que as ações da empresa sejam planejadas e bem executadas. Cabe a esse profissional, portanto, lidar com todo o ciclo de vida de um projeto, desde o momento em que ele sai do campo das ideias até que esteja, enfim, concluído.

Para que isso fique ainda mais claro, precisamos falar sobre as fases pelas quais um projeto bem executado deve passar. São elas:

Planejamento

O planejamento é o primeiro passo de qualquer ação de gestão. Aqui é que um projeto de sucesso começa a ser traçado, com seus objetivos alinhados, levantamento de recursos humanos, financeiros adequados, estabelecimento de cronogramas e divisão de responsabilidades.

Execução

Com o plano em mãos, é hora de transformar o projeto em realidade. Muito mais do que garantir que o planejado seja executado, é preciso saber identificar problemas no esboço e pensar em soluções para corrigi-los de maneira rápida e segura.

Controle

O controle se divide em 2 grandes setores complementares: qualidade e segurança. Enquanto a segurança é fundamental para assegurar a integridade da equipe e as próprias garantias jurídicas da empresa, a qualidade é que vai cuidar para que o projeto atinja os objetivos propostos.

Entrega

Um projeto não acaba quando termina. Mesmo com a entrega, é preciso que a gestão faça relatórios sobre a experiência e levante dados relevantes sobre o que foi executado para que possam ser futuramente usados para aprimorar os próximos projetos. Além disso, nessa fase ainda é preciso lidar com situações burocráticas, como entrega de termos e assinatura de responsabilidades.

Quais são suas responsabilidades?

No tópico anterior, listamos os passos fundamentais pelos quais um projeto costuma passar. Para ser um gestor de sucesso na área, portanto, não basta ser um especialista em apenas uma das etapas, mas ter capacidade de lidar de maneira aprofundada com todas.

Por isso, é preciso ser hábil em planejamento, acompanhamento de relatórios e uso de métricas fundamentais para o setor, além de estar familiarizado com questões legais, burocráticas e até mesmo de produção.

É preciso ressaltar que a gestão de projetos não se limita ao bom uso de recursos materiais e financeiros. É necessário, acima de tudo, exercer uma liderança impecável durante a coordenação das equipes. E isso se torna ainda mais fundamental quando os projetos reúnem pessoas que só estão trabalhando juntas especificamente para entregar um determinado projeto.

Quais são as características desse profissional?

Agora que você já sabe quem é o gestor de projetos e quais são suas responsabilidades, podemos traçar um perfil ideal desse tipo de profissional. A princípio, ele deve reunir 3 grandes qualidades:

  • Capacidade técnica de gerenciamento;

  • Visão estratégica de projetos (e do negócio);

  • Capacidade de liderança.

Mas atenção: essas características são apenas uma parte do que se espera de um especialista em gestão de projetos! Uma outra qualidade esperada é, por exemplo, a capacidade de organização, garantindo a otimização das ações e o melhor uso do tempo. Além disso, é preciso habilidade para prevenir ou gerenciar crises quando necessário.

Um bom gestor também deve ser um hábil negociador, pois terá que trabalhar com várias instâncias hierárquicas dentro do negócio, desde a diretoria aos fornecedores. Por fim, vale reforçar que esse profissional deve ser, acima de tudo, um agregador de valores para a equipe, transformando-se na principal ponte de ligação entre os profissionais que executam o projeto e aqueles que efetivamente sentirão os impactos dessa iniciativa.

Que empresas precisam de um gestor de projetos?

A princípio, o cargo parece estar disponível apenas em grandes multinacionais, que precisam coordenar equipes maiores para a execução de projetos envolvendo um montante absurdo de recursos, pessoas e conhecimento técnico. Mas a verdade é que o profissional de gestão de projetos encontra mercado também nas médias e até mesmo nas pequenas empresas, seja por meio de consultorias ou de uma contratação vinculada a projetos específicos, de prazo previamente determinado.

De qualquer forma, os gestores de projeto podem trabalhar em mercados que vão de mineradoras, construtoras e instituições financeiras a redes varejistas, startups ou pequenos prestadores de serviço.

Também vale ressaltar que existem diversas especialidades dentro da própria gestão de projetos. É possível, por exemplo, ser um especialista em planejamento e em coordenação de pessoal ou um avaliador de riscos, desde que a especialidade escolhida esteja alinhada com suas características e perspectivas profissionais.

Como ser um gestor de projetos?

A verdade é que profissionais de gestão podem vir de diversas formações, desde Administração, passando por TI, Economia, Engenharia e Direito. Não existe, assim, uma única graduação responsável pelo começo da formação de grandes gestores de projetos. Isso significa, portanto, que a maioria dos profissionais da área foi se especializando em coordenar e executar projetos de acordo com suas experiências e necessidades de trabalho. No entanto, já é possível encontrar uma série de cursos de especialização e pós-graduação voltados para a gestão de projetos, seja por meio de grades exclusivas para o tema ou dentro de programas mais abrangentes.

Uma dessas possibilidades é o Curso de Especialização em Gestão, um programa voltado para profissionais graduados, que já atuam no mercado e procuram aperfeiçoar suas habilidades como analista ou coordenador. O curso, que conta com professores atuantes no mercado e tem horários aos fins de semana, permite que o aluno selecione uma ênfase de estudo no decorrer do programa, entre elas, a de Projetos.  Assim, o aluno irá se tornar um especialista na criação, desenvolvimento e entrega de projetos ao mesmo tempo que obtém conhecimento para as demais áreas de gestão (como marketing e vendas), se tornando mais competitivo no mercado de trabalho.

Gostaria de receber mais informações para melhorar suas perspectivas de carreira? Então aproveite para nos seguir nas redes sociais e receber notificações sobre os próximos conteúdo publicados diretamente na sua timeline! Estamos no Facebook, no Twitter, no YouTube e no LinkedIn!

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"