Conheça 9 possibilidades de especialização em gestão

Independentemente da área em que você tenha se formado, em algum momento da sua carreira você quererá assumir novos desafios, ter uma equipe sob seu comando e ascender hierarquicamente na empresa. Para isso, uma especialização em gestão será fundamental.

Engana-se quem pensa que gestão é tema apenas para os donos ou diretores da empresa. Ela concerne a qualquer profissional que entenda a importância de conhecer a organização em sua totalidade para confluir os esforços de todos rumo aos objetivos estratégicos do negócio.

Quando existia apenas o curso de Administração de Empresas, muitos profissionais lamentavam que fosse generalista. Mas a verdade é que esse perfil ainda é bastante requisitado, além de outros mais específicos, como os que apresentaremos a seguir.

Conheça agora quais são as opções de especialização em gestão a seu dispor e tire todas as suas dúvidas!

As diferentes atuações do gestor

Seja você gestor administrativo, financeiro, de pessoas, ou qualquer uma das outras variações que apresentaremos ao longo deste post, é fato que todos têm a rotina estruturada da mesma forma:

  • Planejamento: consiste em estruturar as ações a serem realizadas, estipular objetivos, metas e indicadores, transformando-os em um plano de ação a ser executado por toda a equipe;
  • Organização: refere-se aos processos e procedimentos desenvolvidos, mantendo os fluxos informacionais ágeis e eficazes para que a empresa desfrute da produtividade dos funcionários e dos resultados gerados;
  • Monitoramento: é o acompanhamento sistemático dos indicadores de desempenho da empresa ou setor, com o intuito de analisar a performance e proceder os ajustes necessários para melhorar constantemente a competitividade da empresa;
  • Controle: é o processo de ajustes realizados, a tomada de decisão com base em dados, ou seja, o papel crítico do gestor, já que é de sua responsabilidade o sucesso organizacional.

De uma forma bem geral, você pode segmentar as responsabilidades de todo gestor dentro dessas quatro categorias. Há ainda quem insira uma quinta, a direção, que seria atrelada à liderança de pessoas. Mas, se pararmos para pensar por um momento, veremos que existem muito mais responsabilidades no papel de gestor:

Alinhamento estratégico

O gestor é o responsável por compartilhar os objetivos da empresa com seu time e desdobrá-los em metas alcançáveis pelos colaboradores. É ele quem dá o tom do trabalho, distribuindo tarefas e responsabilidades entre todos de forma que os resultados alcançados individualmente contribuam para os resultados globais do negócio.

Treinamento

O gestor também deve treinar seu time para que ele desempenhe um bom trabalho. De nada adianta ter várias pessoas contratadas se elas não sabem o que deve ser feito e como deve ser feito. Nesse sentido, é fundamental que ele tenha tanto conhecimento técnico sobre a área na qual atua quanto desenvoltura comportamental para lidar com pessoas.

Negociação e conflitos

Todo gestor, se ainda não passou, passará por uma situação em que será preciso negociar ou gerenciar conflitos. A negociação normalmente está atrelada aos processos decisórios da empresa, enquanto a gestão de conflitos está mais presente no dia a dia da equipe. Calma, tranquilidade e inteligência emocional são essenciais para exercer seu papel adequadamente.

Motivação

Estar no papel de líder significa suprir sua equipe com a energia necessária para manter o clima organizacional saudável todos os dias. Seja sempre o líder que motiva, que incentiva, que orienta as pessoas e que ajuda no crescimento pessoal e profissional delas.

Essas são apenas algumas das atribuições gerais de todo gestor. Dependendo da área que você escolher para atuar, virão muitas outras mais específicas, que requerem outros tipos de competências e habilidades.

A importância de se especializar

Há muito, muito tempo, quem terminava a faculdade já tinha o futuro garantido. Mas, devido ao acesso à educação facilitado, o mercado de trabalho teve que fazer mais uma vez uma linha de corte, exigindo que as pessoas fossem além da graduação. Foi aí que nasceram os cursos de especialização, que não estão no âmbito das pós-graduações stricto sensu, como mestrado e doutorado, mas permitem que o profissional avance na carreira de forma mais prática e conforme as exigências de cada profissão.

Porém, a especialização não serve apenas para deixar o currículo mais bonito, cheio de linhas que dizem o quanto você estudou para estar onde está. Ela é um meio para alcançar muitos objetivos pessoais e profissionais.

Desenvolvimento de novas competências

Todo profissional deve atualizar-se constantemente se deseja manter a empregabilidade. Em tempos de crise, essa necessidade se torna ainda mais evidente, já que as empresas andam caçando funcionários que estejam prontos para assumir novos desafios.

Sem falar que aprender algo novo é sempre uma oportunidade de ver as atividades do dia a dia sob uma nova ótica. Alguém que está há dez anos no financeiro, ao cursar uma especialização em gestão de pessoas, por exemplo, pode mudar muitos dos seus comportamentos e atitudes, agregando valor ao seu perfil profissional.

Promoção

Sabe aquelas pessoas que vivem reclamando que nunca ganham uma promoção? Normalmente são as mesmas que delegam para a empresa a responsabilidade pelo seu desenvolvimento profissional, isto é, que esperam que a empresa pague um curso, um treinamento, uma pós-graduação para só então pensarem em desenvolver suas carreiras.

Acontece que, se você for proativo e assumir para si o compromisso pela sua carreira, a promoção virá quando você menos espera, pois seus superiores saberão que você está construindo um currículo sólido e aprimorando suas competências por conta própria.

Carreira em W

Empresas que já perceberam que nem sempre o crescimento vertical é a melhor forma de estruturar o desenvolvimento de carreira estão apostando no que chamamos de carreira em W. Neste caso, o profissional não sobe de um nível para outro – analista para coordenador, por exemplo – mas sim muda de área dentro da própria corporação, saindo do estritamente técnico para o técnico-gerencial.

Isso quer dizer que, se você já está cansado de viver fechado na contabilidade, pode pretender passar para a gestão de pessoas realizando uma especialização em gestão. Pode ainda sair do financeiro para ser gerente de projetos dentro da empresa. Basta capacitar-se para isso.

Networking

Especializar-se não é apenas aprender um novo conhecimento. É também conectar-se a pessoas que têm os mesmos interesses que você e que podem se transformar em oportunidades, seja para novos cargos, novas empresas ou novos contatos.

A especialização em gestão deve proporcionar aos alunos essa experiência de estar com pessoas que compartilham desafios, objetivos, metas e conhecimentos, construindo redes de relacionamentos que tragam benefícios par todos os envolvidos.

As diferentes possibilidades de especialização em gestão

Pois bem, chegamos ao ponto principal do nosso post de hoje: as possibilidades de especialização em gestão disponíveis para você. Saiba que a gestão é uma área ampla e, a cada dia que passa, mais oportunidades aparecem para que você migre para essa área tão surpreendente. Veja só:

1. Gestão de projetos

Gestão de projetos é uma carreira que vem crescendo vertiginosamente nos últimos anos. Segundo o PMI (Project Management Institute), até 2020 o Brasil abrirá mais de 13 milhões de postos de trabalho para quem tiver uma especialização nessa área. É emprego que não acaba mais, não é mesmo?

A gestão de projetos está nesta curva de crescimento em virtude das empresas de tecnologia, que trabalham focadas no desenvolvimento de produtos específicos para clientes. Um dos setores que mais consomem gerentes de projetos é o setor bancário, que está constantemente preocupado em automatizar processos, melhorar a segurança do usuário e fornecer soluções que sejam inteligentes e dispensem o deslocamento do cliente até uma agência.

Outro setor que demanda muitos gerentes de projetos é o da construção civil, pois cada novo empreendimento é visto como um projeto com início, meio e fim, a ser gerido por um profissional competente. É uma enorme oportunidade para quem é arquiteto, engenheiro, projetista, entre outros.

Falando um pouco mais a respeito da profissão, o gerente de projetos é responsável por coordenar uma equipe envolvida em pelo menos 10 processos diferentes: integração, escopo, tempo, qualidade, custos, aquisições, gestão de pessoas, gestão da comunicação, gestão de stakeholders, e gerenciamento de riscos.

Ele deve ter conhecimento de metodologias de gestão de projetos, como Scrum, ITIL, Prince2, entre outras; um ótimo relacionamento interpessoal; saber gerenciar conflitos e conduzir negociações; ter uma visão sistêmica da empresa; estar constantemente atualizado e promover uma verdadeira integração do seu próprio time para que o cliente seja satisfeito em todas as suas necessidades.

2. Gestão de pessoas

Como você deve ter notado, a preocupação em gerenciar o capital intelectual das empresas é cada vez maior. Temas como atração e retenção de talentos, valorização, cultura organizacional, motivação no ambiente de trabalho estão em todas as revistas especializadas de gestão, mostrando quão importante é fazer com que as pessoas se sintam bem por trabalhar em determinada organização.

Pois bem, essa é a missão do gestor de pessoas. Lidar com as situações diárias dos colaboradores da empresa, planejar carreiras, realizar avaliações de desempenho, dar e receber feedback e ser a ponte entre os trabalhadores e a alta gestão.

É o gestor de pessoas quem alinha os interesses da empresa aos interesses dos profissionais que nela trabalham, encontrando o ponto de convergência onde é possível desenvolver a famosa relação ganha-ganha.

Se você gosta de se relacionar, está constantemente preocupado com a qualidade de vida das pessoas no ambiente de trabalho, se gosta de analisar o contexto sócio-econômico-cultural de uma organização e das pessoas que a constituem, essa é a carreira mais acertada para você.

Só tenha cuidado no momento de escolher a especialização em gestão de pessoas: você pode ir pelo caminho dos recursos humanos, onde são vistos os processos administrativos do setor, ou partir para uma visão mais abrangente e gerencial, focada no desenvolvimento humano.

3. Gestão Pública

Se você já pensou em fazer um concurso público ou tornar-se candidato a algum cargo político, eis uma especialização que você deve considerar fazer. A especialização em gestão pública está direcionada para preparar profissionais para assumirem a administração de instituições governamentais, sejam elas municipais, estaduais ou federais.

É uma qualificação que todo membro da administração pública deveria ter para exercer suas funções com qualidade e eficiência, pensando sempre no bem-estar da sociedade. É por isso que, em uma especialização em gestão pública, você não terá apenas contato com conhecimentos de administração de empresas, mas também estudará leis, normas, regras, sociologia, antropologia e uma série de outros temas que estão diretamente envolvidos com os temas que impactam a sociedade.

Estamos tão acostumados a criticar nossos governantes, os funcionários públicos e as instituições públicas que não paramos para pensar o quanto é importante promover esse tipo de capacitação para que tais grupos entendam seus verdadeiros papéis como gestores dos bens de todos.

4. Gestão de Negócios

Para quem sempre sonhou em ser CEO de uma grande empresa, eis a oportunidade: especializar-se em gestão de negócios. Trata-se de uma formação abrangente, que passa ao aluno uma visão sistêmica e integrada da gestão empresarial.

Neste curso, você passará por todas as áreas de uma empresa, aprendendo sobre a gestão estratégica de cada uma delas. Terá condições de estabelecer ligações que muitas vezes não vemos quando estamos numa carreira técnica, como, por exemplo, a necessidade de cortar gastos ou de readequar orçamentos.

A gestão de negócios é que dá subsídios para as decisões mais importantes da organização, pois a pessoa que possui essa especialização está preparada para olhar o todo, não apenas algumas partes ou setores da empresa. É quem vai traçar o planejamento estratégico, definir os objetivos do negócio a curto, médio e longo prazo.

Quem se especializa em gestão de negócios também está preparado para assumir postos de gestão em qualquer uma das áreas organizacionais, como: financeiro, pessoas, projetos, logística e produção.

5. Gestão financeira

Para quem ama cálculo, organização, planejamento na ponta do lápis, a gestão financeira pode ser uma ótima escolha também. Um especialista nessa área está preparado para planejar o futuro da organização, analisando passado e presente para construir uma empresa financeiramente sustentável.

O gestor financeiro é quem determina o orçamento, controla entradas e saídas de receita, aprova novos investimentos, faz planos de contenção, lida com instituições financeiras, sócios e acionistas o tempo todo.

Ao realizar uma especialização em gestão financeira, você não precisa ficar atrelado a uma única empresa. Pode abrir uma consultoria em Controladoria e Auditoria ou mesmo em Finanças Empresariais, auxiliando diversas empresas em suas dificuldades financeiras.

Você também pode se tornar perito, analisando processos judiciais de falência e recuperação de empresas, entre outros temas que envolvam cálculos financeiros.

Mas fique atento: um curso de especialização em gestão financeira tem uma carga altíssima de disciplinas de cálculo. É importante que você tenha afinidade com a área. Caso nunca tenha trabalhado no segmento, aproveite para fazer alguns cursos de capacitação antes, como uso da calculadora HP12C, análise de viabilidade, finanças corporativas, entre outros.

6. Gestão comercial

A gestão comercial também está sendo tida como área estratégica nas empresas, pois é responsável pelas vendas. Ela serve tanto para atualização profissional de quem já atua há bastante tempo no segmento de vendas quanto para quem deseja ingressar neste mercado.

A carreira exige bastante desenvoltura por parte do profissional, tanto na escrita quanto na fala, pois você terá que negociar com vendedores e clientes o tempo inteiro. Mas também será responsável pelas estratégias de vendas, pelas políticas comerciais da empresa, pelo estabelecimento de metas e acompanhamento de indicadores, entre outras atividades de gestão.

O gestor comercial atual deve ter visão estratégica, saber identificar oportunidades de mercado e transformá-las em negócios para a organização. Também deve ser o líder que motiva, orienta e treina constantemente seu time para que os resultados sejam sempre os melhores possíveis.

7. Gestão de processos

Indústrias e empresas que estão intimamente ligadas a processos críticos também demandam um perfil específico de gestor: o gestor de processos. Este profissional é especialista em estruturar processos e reavaliá-los constantemente para que eles continuem ágeis e eficientes.

Pessoas que atuam na gestão da qualidade das empresas são fortes candidatas a realizar uma especialização em gestão de processos, pois essa atividade está presente em boa parte do seu dia a dia de trabalho.

Mas isso não significa que gestores de outras áreas não possam buscar a especialização em gestão por processos. Afinal, todos os setores de uma empresa estão estruturados dessa forma e agilizar os fluxos de informação, reduzir os gargalos, aumentar a eficiência e produtividade são objetivos que todos os gestores têm em suas respectivas áreas.

Planejar processos industriais, de logística e de produção, é uma atividade que requer um perfil bastante observador e detalhista, focado na otimização de recursos e do tempo despendido em cada atividade. Se você tem esse perfil, avalie com atenção essa opção de especialização.

8. Gestão de marketing

Outra área em ascensão, e que pode ser explorada por quem deseja fazer um curso de especialização em gestão, é a gestão de marketing. Como temos visto por aí, o marketing tradicional, baseado em comerciais de TV e outdoors, está se transformando em um marketing personalizado, direcionado segundo as necessidades de cada consumidor.

A consagração do marketing digital como principal investimento das empresas demanda que o gestor de marketing seja um profissional multidisciplinar, que entenda todo o universo de ferramentas disponíveis que temos atualmente, como redes sociais, plataformas de e-commerce, automação de marketing, inbound marketing, web analytics, entre outras.

Tornar-se um gestor de marketing, hoje, é aceitar um desafio enorme, mas compensador. Você poderá não só aprender constantemente, mas também aplicar os conhecimentos adquiridos monitorando sua eficácia em tempo real.

Além disso, terá a seu dispor tecnologias de alta precisão para entender o contexto em que as empresas estão inseridas e como você pode se aproveitar das mudanças de comportamento dos consumidores para gerar novos e melhores negócios.

9. Gestão logística

A logística tem sido vista como um ponto crítico para as empresas que se utilizam de sistemas de distribuição. Os custos logísticos são altíssimos no transporte rodoviário e as alternativas nem sempre estão ao alcance de quem precisa movimentar cargas dentro de um país tão grande como o Brasil.

É por isso que quem está neste setor deve pensar em fazer uma especialização em gestão logística. A demanda por profissionais capacitados aumenta a cada dia, assim como os desafios a serem superados.

Durante um curso de gestão logística você mergulhará em assuntos como Supply Chain, cadeia de distribuição, custos logísticos, entre outros. Estará envolto em temas que vão de gestão a cálculos matemáticos, aprendendo estratégias que podem melhorar a competitividade de milhares de empresas brasileiras, como é o caso dos e-commerces, por exemplo.

A importância da instituição de ensino

Viu como opções não faltam para que você se torne um gestor? Toda área de conhecimento dentro do mercado de trabalho exige pessoas qualificadas para gerenciar, basta escolher a carreira que melhor expressa seu desejo de crescimento profissional.

Entretanto, é importante falarmos sobre um cuidado a mais no momento de escolher sua especialização em gestão: a instituição de ensino à qual você vai se conectar para transformar esse desejo em realidade.

Como o mercado de educação vem se expandindo vertiginosamente nos últimos anos, existem instituições de todos os portes e modalidades de ensino. Isso quer dizer que as opções aumentam, correto?

De certa maneira, sim, mas é importante que você escolha uma instituição que esteja verdadeiramente preocupada com a sua formação. Para tanto, uma instituição de qualidade seleciona professores altamente qualificados, desenvolve um programa que esteja afinado às necessidades de mercado, entende suas expectativas quanto ao aprendizado e transforma isso em soluções que ajudam na sua formação.

O mercado de trabalho muda constantemente e a instituição de ensino que pretende formar profissionais de excelência está atenta a isso, insere as inovações em suas grades curriculares, treina os professores para que eles possam assumir o desafio de ministrar aulas sobre um assunto completamente novo e considera o seu feedback como o maior aliado no aprimoramento dos cursos de especialização.

Além disso, a instituição de ensino deve estar em conformidade com as normas do Ministério da Educação para que sua certificação seja válida. Caso contrário, você poderá ser impedido de realizar concursos públicos ou até mesmo assumir um novo posto em uma empresa por não poder comprovar sua formação.

E aí, qual especialização em gestão você vai escolher? Ainda está na dúvida? Então o que acha de compartilhar este post nas redes sociais e encontrar mais pessoas para debater o assunto?

4 Comentários

  1. Gostei muito do informe! Peço a vossa ajuda! Quero me especializar em planificação coordenação e administração escolar. O que achas?

  2. O melhor conteudo da internet, venho realizando pesquisa a 60 dias e esse material se mostrou diferenciado, uma ótima abordagem e colocação sobre os tópcos levantados.

  3. Gostei tirei minhas dúvidas,tudo Muito bem explicado,muito obrigado .

    • Isadora Gontijosays:

      Rafael,

      Agradecemos seu elogio. Assine nossa Newsletter e quinzenalmente enviaremos posts do Blog com outros assuntos sobre gestão.
      Em caso de dúvidas estamos à disposição.

      Isadora Gontijo – Fundação Dom Cabral

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"