O que preciso fazer para ser um profissional de sucesso?

Especialmente no início da carreira, costumamos nos espelhar naqueles profissionais que conseguiram chegar aonde queriam e, por isso, são reconhecidos pelo mercado, mencionados como exemplos a serem seguidos. Mas para passar da admiração a efetivamente seguir seus passos, conquistando o mesmo reconhecimento, é preciso subir muitos degraus. Diante disso, a pergunta que mais ronda as nossas cabeças é: como ser um profissional de sucesso?

É claro que cada pessoa age de determinada maneira para atingir seus objetivos, mas existem algumas dicas fundamentais que qualquer um pode seguir. Não sabe por onde começar? Então confira agora mesmo as nossas dicas!

Traga a solução e não o problema

As empresas estão cheias de colaboradores que apontam erros e reclamam, só esperando que alguém tome uma atitude. Mas que tal ser você essa pessoa de atitude? Ao perceber que algo está errado ou que poderia ser melhorado, crie um projeto e apresente aos seus superiores, sem compromisso, apenas para mostrar que você está atento ao ambiente de trabalho e preocupado em aprimorá-lo.

Quando participar de reuniões, prepare-se com antecedência, conferindo o que está na pauta do encontro e listando alguns pontos que gostaria de discutir. Nesse momento prévio, vá em busca de referências e dados para embasar sua argumentação. E não se esqueça que o segredo está em contribuir de forma leve, apenas expondo seu ponto de vista e lançando novas ideias, sem atacar os colegas.

Mantenha o foco em resultados

Já reparou como faz um bom tempo que as empresas deixaram de querer profissionais que apenas repetem o que lhes foi ensinado? As organizações modernas querem fortalecer o capital intelectual do negócio. Pensando nisso, o ideal é se manter focado na geração de resultados.

Estabeleça metas pessoais para desempenhar um bom trabalho, avalie constantemente sua performance e busque maneiras de melhorar cada vez mais. É importante também não negligenciar o que a empresa busca a longo prazo, especialmente, se a sua ideia de sucesso é ser promovido.

Profissionais que fazem apenas aquilo que lhes é designado dificilmente se destacam. São os chamados executores de tarefas, que em um mercado dominado pela tecnologia, podem ser substituídos por ferramentas de automação bem mais eficientes e menos custosas. Se você tem observado esse comportamento em si mesmo, chegou a hora de deixar de lado esse perfil e ir além, não acha?

Desenvolva bons relacionamentos

Pode reparar: todo profissional de sucesso tem bons relacionamentos e um networking bem estabelecido, é admirado por todos e procurado sempre que surge uma oportunidade de contribuição — afinal, sua opinião é extremamente relevante para os colegas, mesmo que ele não exerça um cargo de liderança.

O detalhe é que ser essa pessoa nem sempre é fácil, viu? Procure pensar da seguinte maneira: para estabelecer bons relacionamentos, não é necessário gostar de todos ou ser presença frequente nos happy hours. Só é preciso respeitar as pessoas como profissionais e colegas de trabalho.

Fofocas, intrigas e bajulação enfraquecem essa conquista. Então nada de achar que é preciso fazer verdadeiros malabarismos sociais para subir esse degrau, ok? Simplesmente agindo com cordialidade e imparcialidade e se dispondo a ajudar sem receber nada em troca já fica bem mais fácil manter um excelente relacionamento interpessoal no trabalho, mesmo que no âmbito particular você pense completamente ao contrário.

Tenha uma excelente comunicação

Para ser um profissional de sucesso, você também deve conseguir apresentar suas ideias de forma clara, concisa e objetiva. Lembre-se: a credibilidade que as pessoas conferem a você tem tudo a ver com a segurança com que você apresenta suas argumentações e expõe quaisquer fatos.

Assim, se você sente qualquer tipo de dificuldade nesse campo, procure se aprimorar com cursos de oratória, apresentação em público ou até mesmo teatro, ajudando a reduzir sua inibição diante de grandes plateias.

E não se esqueça também da comunicação escrita, fundamental para reafirmar suas competências. Evite erros gramaticais, preze sempre pela norma culta da língua e, antes de apresentar qualquer documento por escrito, analise a quem esse documento se destina. E isso vale também para as suas redes sociais, espaços em que qualquer palavra mal colocada pode gerar má interpretação e comprometer a sua imagem.

Lembre-se que cada pessoa e cada profissional recebe e percebe uma mensagem de uma forma única. E para ser claramente compreendido, você tem que desenvolver a sua capacidade de se comunicar com clareza.

Busque apoio na resiliência

Resiliência nada mais é que a capacidade de passar por situações adversas e voltar rapidamente ao estado normal, sem ser afetado por acontecimentos estressantes. Se você está em uma reunião e um colega se exalta, por exemplo, nada de bater boca e perder a razão. Nesse caso, mantenha a tranquilidade, pedindo para que os ânimos se acalmem e, se necessário, postergando a reunião.

Por mais complexo que seja o desafio apresentado, uma verdade é universal: um profissional de sucesso é aquele que sabe usar a inteligência emocional a seu favor, jamais levando as questões do trabalho para o lado pessoal.

Procure se qualificar permanentemente

Todas as características que acabamos de citar são conquistadas ao longo do tempo, por meio de uma atitude proativa em relação à sua própria carreira. Então nada de esperar que a empresa se encarregue de todos os cursos e capacitações de que você necessita. Vá em busca dos seus sonhos e se prepare para ser um profissional de sucesso!

Se você já é formado, procure uma pós-graduação que o ajude a fortalecer seu currículo e traga novos aprendizados, que possam ser aplicados a seu trabalho. Aproveite o networking das Especializações para travar relacionamentos relevantes no seu segmento de atuação.

Só não se esqueça de também buscar aprimoramentos comportamentais, sejam voltados à liderança, à negociação, à gestão de riscos ou de pessoas. Já ouviu dizer que a contratação é pelas competências, mas a demissão pode ser pelo comportamento? As empresas estão invertendo o jogo ao preferirem lideranças com bom comportamento, uma vez que as competências técnicas podem ser perfeitamente aprendidas ao longo da carreira.

Se por acaso ainda estiver em dúvida sobre qual carreira seguir, busque sessões de coaching para direcionar seus objetivos e conquistá-los mais rapidamente. E, claro, não deixe de aprender novos idiomas! Afinal de contas, as empresas estão mais globalizadas a cada dia que passa, demandando profissionais que possam se relacionar com outras culturas sem entraves.

Seja um diferencial no mercado

É comum durante a graduação ou outro tipo de formação ouvir recomendações de outros profissionais no mercado sobre como ser um profissional de sucesso. Uma das mais comuns é “busque diferencial”. Há alguns anos esse diferencial costumava ser uma graduação na área, mas hoje essa realidade não é mais a mesma.

A realidade é que o mercado está saturado. A cada ano milhares de estudantes se formam em uma graduação e o que era considerado ingresso de entrada para o mercado de trabalho passou a ser requisito básico. Para se destacar, os profissionais não devem mais buscar apenas um diferencial, eles precisam ser a diferença no mercado.

É justamente por esse motivo, que os empreendedores têm ganhado tanto destaque. Em um mercado ávido por inovação, eles vêm suprindo demandas e criando produtos que mudam a vida das pessoas para melhor. Hoje, o profissional precisa investir em si mesmo por completo e oferecer algo que vai além do que cabe no currículo: com as capacitações que citamos no tópico anterior, mas também buscando qualificação fora da sala de aula.

Pensar sempre adiante, viajar e conhecer novas culturas, conversar com pessoas com opiniões diferentes da sua, cultivar uma visão empreendedora, pesquisar tendências, analisar o que anda acontecendo no mundo, sair da zona de conforto e estudar assuntos fora da sua área de atuação são alguns caminhos para expandir a sua mente (e o seu potencial criativo!) e ser a diferença que o mercado tanto precisa.

Invista em marketing pessoal

Nos processos seletivos, nem sempre o candidato favorito das empresas será aquele com a melhor formação ou com a maior experiência no mercado. As organizações têm procurado mesmo pessoas capazes de fazer a diferença e crescer naquele ambiente profissional como futuros líderes.

Diante desse cenário, profissionais que estão dando os primeiros passos no mercado e os que já possuem um currículo de peso têm a mesma missão: mostrar as suas qualidades e potencial de serem bem-sucedidos naquela empresa. Em outras palavras, precisam saber “vender o seu peixe”.

Nem todo mundo possui essa capacidade, naturalmente. Mas a boa notícia é que assim como se comunicar, fazer marketing pessoal é algo que pode ser aprendido. O mercado já oferece diversos programas de coaching e cursos com esse objetivo. As aulas de teatro, por exemplo, são excelentes para quem quer perder a timidez.

Para fazer propaganda de si mesmo também é importante ter autoconhecimento, usar a linguagem adequada para cada ambiente e valorizar a sua própria imagem. Sem perder a naturalidade é claro. Afinal, ninguém deve fingir ser aquilo que não é.

Reconheça seus pontos fracos

Imagine que o seu sonho é ser promovido na empresa em que trabalha. Mas já parou para pensar nas implicações que essa promoção trará e o que é necessário para conquistá-la? Será que você está pronto para lidar com pressões e responsabilidades? Sua expertise pode fazer a diferença nessa função ou ainda não é o suficiente? Você é capaz de estabelecer bons relacionamentos e trabalhar em equipe?

Líderes costumam avaliar profissionais não apenas pelo trabalho que eles fazem no dia a dia, mas também pelo seu potencial de exercer com sucesso as atividades de um cargo melhor. E para isso não basta apenas ser bom no que faz.

Por essa razão, antes de buscar o sucesso tenha a humildade de se autoavaliar, reconhecer seus pontos fracos e pedir ajuda se necessário. Essa atitude não é uma demonstração de fraqueza, e sim, o primeiro passo para buscar mudanças e preparar a si mesmo para conquistar o que você tanto quer.  

Crie um plano de carreira

São tantas oportunidades de carreira que nem sempre analisamos com clareza o que queremos para o futuro e os recursos que temos para alcançar essa meta. O problema é que se você não sabe para onde quer ir, dificilmente, poderá chegar em algum lugar.

Criar um plano de carreira é uma estratégia para ver onde você está neste momento, qual é o seu destino e quais obstáculos encontrará no caminho. Seu passo a passo básico consiste em:

  • listar os seus objetivos profissionais;
  • identificar competências necessárias para alcançá-los;
  • identificar os seus pontos fracos e soluções para corrigi-los;
  • começar a buscar essa qualificação;
  • e não esquecer de acompanhar os resultados.

Geralmente são as empresas que fazem essa projeção para os seus colaboradores, mas você não pode deixar a sua carreira apenas nas mãos delas. Tenha um compromisso consigo mesmo e visualize o que quer para a sua vida. Se você tiver um plano de carreira bem definido terá mais facilidade em fazer escolhas e tomar decisões que lhe conduzam a esse objetivo.

Tenha um propósito

Uma das consequências de criar um plano de carreira é que nessa jornada você pode até mesmo descobrir o que não lhe faz tão feliz. E investir tempo em uma profissão que não traz uma sensação de propósito e de fazer a diferença diminuem as suas chances de sucesso.

Afinal, sem prazer no que faz, dificilmente, você dará o melhor de si. Então, pare sempre para refletir se você anda satisfeito com as suas escolhas ou está apenas cedendo a uma pressão social ou a um estímulo financeiro. A curto prazo um bom salário e um status social podem parecer suficientes, mas com o passar do tempo a falta de realização profissional pode conduzir a problemas graves, como queda de autoestima e depressão. E acredite, fazer o que lhe faz feliz é o maior segredo de como ser um profissional de sucesso.

Evite que o sucesso suba à cabeça

Um profissional de sucesso automaticamente se torna referência no ambiente de trabalho, um modelo a ser seguido. Alcançando esse patamar, só tome cuidado para que tamanha valorização não suba à cabeça, acabando por deixá-lo arrogante. Entenda desde já que ser solicitado, requisitado e elogiado é consequência de um bom trabalho. Foque, portanto, em desempenhar suas funções com primazia.

É preciso ter jogo de cintura para lidar com as situações mais difíceis e contribuir com outros setores sempre que for possível. Use suas habilidades para mostrar novos caminhos e inovar na empresa, sempre mantendo comportamentos éticos e condizentes com o universo organizacional e também fora dele.

Você percebeu que conhecimento e capacitação são importantes dicas de como ser um profissional de sucesso, mas a maior parte do trabalho depende apenas de você mesmo?

Dito isto, não deixe de ler as nossas dicas com regularidade e não tenha medo de colocá-las em práticas! Que tal dar o primeiro passo buscando uma especialização na sua área? Para entender mais sobre o assunto, baixe o nosso e-book com um checklist completo para escolher os melhores cursos para os seus objetivos!

1 Comentários

  1. maria girlene dos santossays:

    Gostei das dicas pretendo aprender mais

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"