Saiba como fazer um levantamento de necessidades de treinamento

Em outras palavras, fazer um levantamento de necessidades de treinamento significa descobrir quais tipos de aprendizado ou capacitação são necessários para garantir o desenvolvimento dos profissionais ou de uma organização.

Seja motivado por avanços tecnológicos que mudam práticas tradicionais, pela motivação e desempenho dos colaboradores ou pela busca por melhor desempenho e melhores resultados, uma equipe bem treinada é essencial para as empresas nos dias atuais.

Quer saber mais sobre levantamento de necessidades de treinamento? No post a seguir, vamos explicar o que significa essa estratégia de gestão e como implementá-la na sua empresa. Continue lendo!

A importância do levantamento de necessidades de treinamento

O principal objetivo dos treinamentos organizacionais é promover o desenvolvimento de profissionais para que eles atinjam níveis cada vez mais altos de desempenho. O problema é que nem sempre esse desenvolvimento está ligado à capacitação técnica, como muitos líderes acreditam.

Por exemplo: muitos profissionais apresentam baixo rendimento porque não conseguem trabalhar bem em equipe, enquanto outros precisam encontrar mais motivação com o trabalho e assim por diante.

Nem sempre a gestão consegue identificar, sem ajuda, quais treinamentos serão mais relevantes para o que uma organização precisa. Os diretores podem não saber onde estão as lacunas e muito menos como preenchê-las. É por esse motivo que o levantamento de necessidades de treinamento é tão importante.

Essa estratégia tem como objetivo identificar, dentro da empresa, não apenas quais setores ou equipes precisam de uma mudança de comportamento ou habilidades, mas quais as melhores capacitações para realizá-las.

Por isso, fugir do mundo das suposições e investigar as necessidades da sua equipe é fundamental. Caso contrário, você estará dando um tiro no escuro, jogando dinheiro e tempo fora com treinamentos que não terão impacto positivo para a sua empresa e profissionais.

Vantagens dessa estratégia

Melhorar o trabalho de gestão

Informação é a base para o sucesso de qualquer trabalho de gestão. Ter o conhecimento sobre o que acontece no seu ambiente de trabalho e sobre as pessoas que nele atuam é o primeiro passo para estabelecer estratégias e escolher as ferramentas necessárias para lidar com a equipe, buscando os objetivos propostos.

Fazer um levantamento sobre as necessidades da empresa não é interessante apenas para implementar treinamentos, mas para captar informações, identificar questões mal resolvidas e melhorar o relacionamento interpessoal com a equipe como um todo.

Engajar colaboradores

Além de trazer uma visão mais clara sobre o que está acontecendo na empresa e facilitar o trabalho dos gestores, realizar o levantamento das necessidades de treinamento é uma maneira de engajar colaboradores.

Uma das etapas de aplicação dessa estratégia (que você vai entender melhor no próximo tópico deste artigo) envolve conversar diretamente com os profissionais, questionar quais são as suas dores e o que poderia melhorar o seu trabalho — e, claro, a sua satisfação pessoal.

E essa é uma maneira de incentivá-los a se comunicar melhor com a liderança, mas também a avaliar o seu próprio ambiente de trabalho — e desempenho —, buscando alternativas para desenvolvê-lo. Somente essa autoavaliação já é um desafio, pois muitos profissionais se estagnam e sequer pensam sobre o assunto.

Acelerar o crescimento da empresa

Avaliar a necessidade de treinamento é também uma maneira de acelerar o crescimento da empresa. Como esse levantamento consegue identificar diretamente quais são as maiores lacunas, não há uma perda de tempo e recursos com capacitações sem importância, e sim um investimento massivo naquilo que possibilitará o seu avanço mais rapidamente.

Para colocar o levantamento em prática

Converse com a equipe

Manter os canais de comunicação abertos com os colaboradores é a maneira mais simples — e talvez a mais eficaz — de se fazer o levantamento de necessidades de treinamento. Cada profissional sabe onde estão as lacunas que dificultam o seu trabalho e qual o tipo de treinamento de que precisam.

Muitas empresas negligenciam essa conversa com a equipe e investem na capacitação errada. Por exemplo: baixa produtividade nem sempre é sinal de falta de conhecimento. Ela pode indicar falta de propósitos com a carreira ou com a própria empresa, carências que podem ser resolvidas com treinamentos motivacionais.

Faça avaliações de desempenho

As avaliações de desempenho são as maneiras mais utilizadas pelos gestores para fazer o levantamento de necessidades de treinamento. E não é à toa: essa prática é uma das mais eficazes para avaliar o desempenho de um colaborador — do ponto de vista dos colegas de trabalho, dos líderes e dele mesmo.

Alguns métodos utilizados para fazer essas avaliações são os questionários individuais (com questões objetivas ou subjetivas), a autoavaliação, a avaliação de liderança e de equipe e a 360 graus. Essa última permite que todos, independentemente de sua posição hierárquica na empresa, sejam capazes de avaliar e serem avaliados.

Faça avaliações técnicas

Além das avaliações de desempenho, as técnicas também podem dar um panorama para o gestor sobre os conhecimentos que andam em falta no seu time de colaboradores.

Por isso, invista periodicamente em exames mais técnicos para mensurar como andam as habilidades dos seus colaboradores nas atividades-chave da empresa.

Medir conhecimento não significa subestimar seus profissionais. Tenha em mente que, mesmo com uma boa formação, ninguém sabe ou está atualizado sobre tudo. Investir em treinamentos é uma maneira de ajudá-los a chegar à excelência, mesmo que já sejam bons no que fazem.

Estimule a cultura dos relatórios

Diferentemente do que se pensa, relatórios não significam um excesso de burocracia, mas oportunidades de saber o que acontece no dia a dia da empresa como um todo, em todos os setores, transformando esses acontecimentos em oportunidades para o futuro.

Situações como reclamações constantes de clientes, atrasos nos prazos de entrega ou alto índice de turnover em um determinado setor são indicativos óbvios da necessidade de mudança. No entanto, até chegaram a esse nível, as circunstâncias são motivadas por outras situações aparentemente simples, mas que vão se acumulando.

Para evitá-las, mantenha tudo documentado. Observando esses relatórios, você poderá identificar onde há necessidade de treinamento rápido e o que pode sair do controle no futuro.

Invista em uma consultoria

É inevitável: muitos líderes não conseguem diagnosticar com facilidades os gaps que atrapalham o crescimento da empresa. Nesse caso, não adianta se desesperar ou apenas “deixar a vida levar” e não investir em treinamentos.

O caminho mais indicado é contratar uma consultoria especializada no assunto e pedir ajuda do RH. Juntos, eles podem formar uma parceria valiosa para diagnosticar o que precisa de aprimoramento e quais são as mudanças mais urgentes.

Observe

Por fim, não deixe de observar o dia a dia na sua empresa. Avalie onde estão as maiores reclamações ou atrasos e, principalmente, conheça cada um dos seus profissionais e em que eles se destacam ou precisam de ajuda.

No final, cabe à gestão avaliar quais habilidades serão mais importantes para os resultados que a empresa busca e ajudar a sua equipe a alcançá-los. Esse é objetivo dos treinamentos e o seu aspecto mais positivo.

E você, já fez um levantamento de necessidades de treinamento na sua empresa? Quer entender um pouco mais sobre esse e outros temas que podem melhorar a sua gestão? Então não deixe de assinar a nossa newsletter para receber as atualizações do blog em primeira mão!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"