Trabalhar em home office: 5 dicas para ter sucesso

 

Para muitas pessoas, trabalhar em home office é um sonho. Imagine conseguir escapar dos trajetos de ida e volta do trabalho todo dia. Já é um grande benefício, não acha? Analisando só esse ponto, a economia de tempo e dinheiro proporcionada já faz uma diferença e tanto para o bolso e o bem-estar de qualquer profissional! Pensa que esse sonho está longe demais para ser realizado? Não necessariamente.

A boa notícia é que, com os recursos tecnológicos cada vez mais avançados e acessíveis que surgem a todo momento, o trabalho remoto vem se transformando em alternativa real para muitos profissionais. Por outro lado, a má notícia é que a maioria desses profissionais enfrenta sérias dificuldades para manter a produtividade frente a tanta flexibilidade.

Reconheceu essa situação no seu dia a dia e não sabe o que fazer? Fique tranquilo! No post de hoje, trazemos 5 dicas para ajudá-lo a trabalhar em home office sem prejudicar a eficiência e a qualidade de suas atividades. Confira!

1. Separe o trabalho do lazer

Se já é essencial fazer essa separação quando seu local de trabalho fica do outro lado da cidade, imagine então quando você desempenha sua profissão no mesmo ambiente em que brinca com seus filhos ou relaxa no fim do expediente. Concorda que pode ficar muito mais fácil se distrair com essas atividades pessoais exatamente no momento em que deveria estar concentrado em uma tarefa importante?

O segredo para fazer essa separação é destinar um ambiente da casa para transformar em um verdadeiro escritório. Dessa forma, enquanto você estiver lá, sua família sabe que é hora de evitar interrupções. Você também deve fazer sua parte, mantendo o foco nas atividades profissionais, sem dispersões.

Interromper o trabalho com frequência para realizar tarefas domésticas pode ser um perigo. Afinal, mesmo que a intenção seja boa, esse tipo de pausa pode até gerar erros na execução do seu trabalho. Além disso, é bom manter esse local sempre limpo e organizado. Coloque ali apenas seus materiais de trabalho para o ambiente permanecer produtivo.

2. Vista-se para trabalhar

Pode acreditar: as roupas que vestimos têm um efeito interessante sobre nosso estado de espírito e nossa disposição. É por isso que, quando temos que comparecer a um evento importante, nosso primeiro instinto é caprichar nas roupas, como se esse fator estivesse diretamente ligado ao nosso sucesso. Pois o mesmo princípio pode ser aplicado ao trabalho e, claro, ao home office!

Se você trabalha de pijama e pantufas, provavelmente desenvolverá suas atividades em um ritmo mais lento, como se estivesse em um dia de folga. Por outro lado, dedicar algumas roupas para vestir enquanto trabalha coloca seu cérebro em modo profissional. Assim, mesmo que você não vá sair de casa para trabalhar, manter o hábito de trocar a roupa para o trabalho pode ser um importante aliado!

3. Mantenha um contato próximo com a equipe

Quando você passa a trabalhar em home office, é natural que seu contato com o restante do time fique reduzido. Mas não se engane: esse distanciamento gera a falsa impressão de que ninguém vai notar se você procrastinar, atrasando um pouco aquela tarefa que é sua responsabilidade ou deixando para responder um e-mail mais complicado mais tarde.

De fato, é bem possível que você não seja cobrado imediatamente, mas pode ter certeza de que seus prazos de entrega são monitorados. Aliás, sabia que a expectativa de produtividade é muito maior sobre os colaboradores que trabalham fora do escritório?

Para não cair nessa armadilha, a melhor solução é reforçar o contato com a equipe. Ligue para seus colegas algumas vezes por dia, marque videochamadas e troque e-mails com frequência. E sempre mantenha seu gestor a par do seu progresso no trabalho.

4. Procure sair de casa

Em muitos casos, trabalhar em home office significa que você vai passar todo o seu dia dentro de casa. Pode até ser relaxante no começo, mas, depois de algum tempo, a rotina acaba gerando tédio. É possível que você sinta falta do escritório, de ver pessoas diferentes todos os dias, de almoçar em lugares diferentes e até mesmo de enfrentar o trânsito.

Para não chegar a esse ponto, por mais que pareça paradoxal, uma boa dica é sair de casa sempre que der. Você pode sair para passear nos seus horários livres em vez de ficar apenas em casa vendo TV ou navegando na internet. Aliás, essa é uma medida importante não apenas para garantir sua produtividade, mas também para sua saúde!

Outra possibilidade é, ao menos de vez em quando, fazer seu trabalho em um ambiente alternativo. Que tal um café ou um parque com wi-fi? Nesse caso, os únicos cuidados que deve ter é manter seu antivírus atualizado para proteger os dados da empresa e escolher um ambiente que estimule sua criatividade sem prejudicar a concentração. Crie uma rotina de manutenção do sistema, evite locais com muito barulho e mude de ares!

5. Aprenda a identificar a hora certa de parar

A princípio, essa nossa dica final pode até parecer contrária à proposta deste post. Afinal, não estamos discutindo maneiras de trabalhar em home office com alta produtividade? No entanto, muitos esquecem que o home office pode acabar sendo confundido com falta de limites. Há quem pense que, já que você está trabalhando de casa mesmo, qualquer hora é hora. É meia-noite e você ainda está fazendo projeções de vendas? São 3 da madrugada e você está respondendo e-mails de clientes? Nada disso!

Por mais que, à primeira vista, essa situação possa parecer boa, como se representasse seu nível de dedicação, a realidade é que ela tem prazo de validade curto. Na prática, a falta de limites acaba gerando um estresse muito grande, uma vez que você não tem mais um horário que seja só seu, destinado exclusivamente à sua vida particular.

Então não se esqueça: assim como qualquer tipo de trabalho, o home office não pode invadir seus momentos de descanso e diversão. Portanto, saiba a hora de parar! A melhor maneira de fazer isso é mantendo horários fixos, exatamente como você teria em um escritório. Determine que o trabalho vai das 8 às 17 horas, por exemplo. Aquilo que não puder ser resolvido nesse período fica para o dia seguinte. Saia, tranque a porta, desconecte e só volte no próximo expediente!

Como você viu, trabalhar em home office é um verdadeiro teste de maturidade profissional. Em meio a tantas tentações (televisão, internet liberada, conversas, geladeira cheia e o próprio excesso de trabalho), só quem é realmente focado consegue manter a produtividade. Para os que vencem esse desafio e aprendem a lidar com a flexibilidade, a oportunidade é realmente compensadora.

O que você achou das dicas de hoje? Quer ficar de olho em mais conteúdo como este? Então siga o perfil da Fundação Dom Cabral no Twitter e no Facebook, além de se inscrever em nosso canal do YouTube para acompanhar as próximas publicações!

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"