Wearable technology: o que é e como se aplica ao mundo dos negócios

Tecnologia. Ela está disseminada em todos os aspectos da nossa vida — inclusive, ao que parece, nas nossas roupas e acessórios. Essa é a nova tendência: wearable technology. Ela ainda não é tão divulgada, mas já é uma realidade e promete trazer impactos até mesmo ao mundo dos negócios. Quer saber mais? Então, acompanhe o post de hoje.

O que é wearable technology?

Uma tradução simples desse termo seria “tecnologia vestível” ou “tecnologia de vestir”. Os exemplos mais comuns são óculos, relógios e sapatos. Esses itens à la James Bond integram moda e funcionalidade e são capazes de gerar, armazenar e transmitir informação.

Pode parecer algo surreal, mas não é. Empresas como Google, Apple, Samsung e Nike já estão investindo pesado em desenvolvimento. Enquanto alguns produtos estão dando bastante trabalho para sair do papel (é o caso do Google Glass), outros já estão razoavelmente acessíveis no mercado.

Estabelecemos, portanto, que as wearable technologies são uma realidade e apresentam potencial comercial. A única questão, portanto, é quando elas realmente vão se popularizar entre os usuários.

Uma dica: não deve demorar muito. Portanto, se você quer continuar acompanhando a evolução do ambiente corporativo, é melhor saber como essas tecnologias funcionam e descobrir formas de inovar com ela.

Por que virou tendência?

Se as wearable technologies estão se tornando uma tendência, não é sem razão. Elas são o degrau mais recente em uma escada evolutiva que você, certamente, conhece muito bem. Pense nas transições pelas quais já passamos:

  • dos primeiros computadores, que ocupavam salas inteiras, ao computador pessoal — o PC.

  • do PC ao notebook ou laptop, um computador que busca se assemelhar a um caderno e pode ser levado para diferentes lugares.

  • do notebook ao smartphone, basicamente um computador de bolso, que permite estar conectado a qualquer momento, em qualquer lugar.

Nada faz mais sentido do que incorporar a essa lista uma nova alternativa que permite levar a tecnologia, literalmente, no seu próprio corpo.

Como se aplica no mundo dos negócios?

Você com certeza consegue imaginar como uma wearable technology pode mudar sua vida pessoal. Mas e o mundo dos negócios? A forma como as pessoas trabalham também será impactada por essa nova forma de tecnologia. Aqui vão alguns exemplos.

Atendimento aos clientes

Com um óculos capaz de projetar informações nas lentes, será possível atender os clientes sem nem mesmo desviar o rosto. Enquanto você está mantendo uma negociação, as informações sobre pedidos anteriores, ocorrências, histórico de pagamentos e outras estão aparecendo bem na frente dos seus olhos.

Gestão de equipes de vendas em campo

Quando uma equipe de vendas sai para atender os clientes, fazendo visitas, é difícil gerenciá-la remotamente. Afinal, o vendedor precisa dedicar toda sua atenção ao cliente. Portanto, ele não fica conectado pelos meios tradicionais — computador ou smartphone.

Porém, se ele estiver usando, por exemplo, um sapato contendo um dispositivo de GPS, o gestor poderá sempre saber onde cada membro de sua equipe está a qualquer momento do dia. Dessa forma, evita-se situações em que a equipe de vendas aproveita oportunidades longe do escritório para ficar ociosa.

E não se trata apenas de controle, mas também de segurança. Com esse recurso, é possível localizar e ajudar um colaborador que esteja perdido ou em situação de perigo.

Controle de agenda

Os smartwatches, isto é, relógios inteligentes, podem enviar notificações sobre suas próximas atividades, de acordo com a sua agenda online, permitindo que você esteja sempre no controle dos seus horários e compromissos.

Ele é tão discreto quanto um alarme de relógio comum, porém, muito mais completo e eficiente. E traz um outro benefício agregado: o fim do hábito de levar o telefone para a sala de reunião.

Coleta de dados da produção

Hoje em dia, a coleta de dados sobre a produção ainda é, em muitas fábricas, realizada pela conversa entre o gestor e os operadores das máquinas. Basicamente, o gestor transita pela fábrica coletando essas informações e, depois, retorna ao seu escritório para formalizar tudo em um relatório.

Agora, imagine as possibilidades com a wearable technology. Acessórios poderão trocar informações diretamente com as máquinas da fábrica, por meio de microchips e redes de dados sem fio, enquanto o gestor transita pelo local. Quando ele retorna ao seu escritório, basta descarregar os dados no computador e pronto: lá está o relatório.

Experiência de compra no varejo

Existem muitas oportunidades para explorar as wearable technologies aprimorando a experiência de compra dos clientes no varejo.

Por exemplo, que tal permitir que todas as informações sobre cada produto — preço, formas de pagamento, garantias — sejam exibidas na lente dos óculos, enquanto o cliente caminha pela loja? Ou, então, enviar uma notificação diretamente para o relógio do cliente quando ele estiver passando perto de uma promoção que pode ser do seu interesse, considerando seu perfil de compras anteriores?

Marketing imersivo

Para os gestores de marketing, wearable technology representa a possibilidade de desenvolver projetos completamente novos. O motivo é que, por meio dela, fica muito mais fácil incorporar Realidade Aumentada e Realidade Virtual às práticas de marketing.

Você já ouviu esses dois termos? Eles se referem à possibilidade de recriar a maneira como as pessoas percebem a realidade à sua volta. O exemplo mais conhecido é o popular jogo Pokémon Go, em que o usuário pode usar o celular para caçar monstrinhos pela rua, como se eles realmente estivessem ali.

Com essa novidade, as empresas poderão criar campanhas em que o cliente tem uma experiência imersiva realista. E, o melhor de tudo: sem que seja necessário andar com o smartphone na mão por aí (o que, vamos combinar, estraga um pouco a brincadeira).

Wearable technology ainda é um campo recente, onde há muito a ser explorado. Isso permite que sejam dadas asas à imaginação, levantando as possibilidades mais criativas e inovadoras para aplicar essa tecnologia ao mundo dos negócios.

Agora, que tal ver alguns usos bem mais realistas da tecnologia dentro do ambiente corporativo? Confira nosso post sobre 5 aplicativos de gestão de projetos que todo profissional deve usar!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"